18.3.09

É bomba.


Hora Local (at sea) 15h40
Hora do Brasil: 14h40

Mudamos a rota e estamos indo pra Grenada e não mais para Trinidad & Tobago.

Conheci de perto, finalmente, Aruba e Curaçao. Lindíssimos lugares!
Aruba é toda impecável, pelo menos no centro da cidade. Total voltada ao turista e muito bem organizada, com grandes construções, antigas e bem cuidadas. Tem tipo um palácio onde funciona um shopping, que foi o que mais gostei. Parece a casa da Paris Hilton, todo cor-de-rosa.

Curaçao lembra mesmo o Largo da Ordem numas horas. Tem uns becos e umas construções antigas bem como no São Francisco, em Curitiba. Mas é bem maior, voltado ao turista, com muitas lojas e tendas de feirinha. Em Curaçao tive um day off, então tive bastante tempo pra conhecer. Tive intervalo das 9h30 às 17h30, então peguei uma bike (dessa vez sozinho, porque o Victor não teve day off também) e comecei a andar por lá. E de tanto ver umas plaquinhas de Seaquarium acabei seguindo na direção delas pra ver onde dava... e depois de muito pedalar, cheguei no tal Seaquarium. Eram 18 dólares pra entrar, e depois de tanto pedalar atrás dessa porcaria eu não quis voltar sem saber o que era. Paguei! Não me arrependi. O lugar é meio pequeno, mas bem interessante. Além de vários aquários com espécies estranhas de peixes, tem uns shows, tipo: o turista alimenta tubarões, tem show dos golfinhos, show com leão marinho, etc. Ver os golfinhos foi o que eu mais gostei. Que bicho mais inteligente! Depois do show dava pra você pagar um tanto e ir nadar com eles, interagir e tals, mas eu nem perguntei quanto era, porque senão eu ia querer fazer e ia gastar mais ainda. Os 18 dólares já tinham me doído no bolso. Fica pra próxima! (quer dizer, a próxima é daqui 11 dias, mas não vou lá de novo não). E tinha também umas tartarugas centenárias. Tartarugas marinhas de mais de 1 metro e meio. Fiquei espantado! E outra coisa linda é um barco que tem lá, que dá pra você ir até a parte debaixo dele, onde tem o dito aquarium. É quase todo de vidro e você vê vários cardumes, vários peixes esdrúxulos, peixes gigantes (também dá pra ver as tartarugas), e vários negócios esquisitos. Eu gostei.

Bem, hoje é dia de mar. Amanhã estaremos em Grenada e no outro dia em Barbados. Barbados me encantou e to ansioso pra ir de novo. Eu e Victor estamos pensando em “rentar” um jet ski lá.

Andei muito de bike ontem e to cansado. Me atrasei pela manhã. Dormi no meu intervalo de 1 hora e me atrasei de novo. Mas nem deu nada.

Ah, eu inaugurei meu snorkel ontem numa praia particular de Curaçao. Coisa linda! Uma das minhas melhores compras até agora foi isso. Vou usar sempre! Foda que quando voltar pro Brasil não vou ter onde usar, porque meter um snorkel na cabeça em Caiobá não rola. Haha Praias como as daqui acho que não vou ver em nenhum outro lugar do mundo. Vou ficar mal (bem) acostumado e exigente. Ah, a praia era particular, como eu disse. Tinha que pagar 8 dólares pra usar, mas eu nem paguei. =x
Agora que já conheço todo o itinerário do Caribe (exceto Grenada), posso dizer quais são os lugares prediletos: Aruba (pela cidade) e Curaçao, Barbados e Grand Turk (pelas praias). Eu só não gostei de St. Vicent. E de St. Thomas não gostei muito porque é uma ilha americana, então além da burocracia pra entrar nela, as pessoas não são nada receptivas. Também pudera: são americanos. A única coisa boa de lá são as coisas baratas, pois compramos com dólar americano a preço de dólar americano, sem impostos.

Tiau.
.