20.4.09

Já posso morrer.

E dizer que conheci a Europa.

Hora Local (Greenock - Escócia): 23h29
Hora do Brasil: 19h29

Um nascer do sol lindo. Há uma neblina diferente, não úmida como essa de Curitiba. E ela permanece por todo tempo, todo o dia. O sol fica vermelho e rebate bonito na água calminha. O mesmo acontece no pôr-so-sol.

Pausa pra lembrar de ontem.

Eu e Victor fizemos muitas merdas pra lembrarmos pro resto de nossas vidas. Não exatamente merdas grandes, mas dessas coisinhas proibidas que se faz, sabe? Por exemplo, subimos do deck 13 ao 14 sem usar elevador ou escadas (não me perguntem como); também encontramos por acaso o campo de mini-golf, e jogamos rapidinho antes que alguém nos encontrasse (e encontraram); e atiramos uma bolinha de golf longe, mas não posso dizer onde. Enfim, são coisas divertidas e proibidas que serão lembradas em outros tempos futuros.

Sabem no Titanic quando o casalzinho lá compete pra ver que cospe mais longe? MENTIRA! Em um navio no meio do oceano isso é impossível. E tenho dito! Impossível o cuspe ir pra frente. Ele vai pro lado ou pra cima, ou volta pra sua cara, e nunca vai pra frente ou pra baixo. Há!

Ontem também vimos um farol em terras Irlandesas. Não sabia que ainda se usavam faróis. E achei lindo! Estava bem longe, mas a luz chegava na gente bem forte. Coisa linda. Nunca tinha visto um farol funcionando de verdade, quanto mais de dentro do mar. Coisa de gente caipira comentar isso, né? Mas eu comento, porque eu sou da roça.

Ai, a Escócia!

Eu moraria facilmente na Escócia. Coisa linda de viver. Casas milenares (centenárias, vai?!), dessas de pedra, sabe? Enormes e lindas. Castelos! Só vi um, na verdade, e era dos pequeninos. Mas em fotos vi vários enormes. A cidade aqui é pacata, e parece que todo mundo é rico. As pessoas usam mesmo aquelas roupas de escocês (interessante, né?). Os uniformes das escolas são nesse estilo escocês mesmo, com as menininhas de saia e tals, bem lindinhas. E as mulheres são bem bonitas, no geral. Cabelos pretos, branquelas e de olhos azuis. E se casam muito cedo, pelo que percebi. Nas ruas o que mais se vê são meninas novinhas carregando seus carrinhos de bebê. Aqui deve ser como na Alemanha que as mães têm 2 anos de licença maternidade. E por isso ficam fazendo nada o dia inteiro, carregando os bebês pra cima e pra baixo. Linda cidade. Encantadora. Não existe nada igual no Brasil, pelo menos que eu tenha visto ou tido conhecimento. E a marca Chevrolet aqui tem outro nome, bem estranho. Então tem na rua uns XBAVyuxbaksjxba Corsa, XBAVyuxbaksjxba Astra. Mas o que mais tem é carrão tipo BMW.

O dia acaba quase 9 da noite. É hemisfério norte bem norte, então anoitece tarde. O frio é suportável, como o frio do inverno em Curitiba (aqui é primavera, né? Juro que não sei ao certo).

O que fode aqui é a moeda. Pound! Cambiei a partir do dólar, que vale 0,6 pra 1. que merda! 31 dólares deu 20 pounds, que é cerca de 75 reais. E dá vontade de comprar tudo! Tudo parece barato. E realmente é, pra eles. Mas quando se converte pro real, dói na alma. Por exemplo, comprei um cachecol e um imã, e dois DVDs (mas nesses dois paguei 1 pound cada, numa loja que era tudo 1 pound, tipo as 1,99 no Brasil), e gastei 10 pounds. Ou seja, 15 dólares, quase 40 reais. Que merda! Tipo, saiu super barato aqui, só que no Brasil é uma fortuna. Essa história de vir morar em navio e não gastar nada não existe. Você sempre gasta, sempre que comprar. Sempre!

Mas o cachecol é lindo. Não é quadriculado estilo escocês. Esse quadriculado, originalzão, custava 25 pounds. Não tive coragem. Haha

Enfim, Greenock na Escócia é linda. Já é um dos meus lugares favoritos do mundo.

É engraçado demais quando abro minha carteira pra comprar as coisas, porque tem dólar, real, agora tem libra, além de dinheiros de umas 3 ou 4 ilhas do Caribe. Já nem sei mais qual é de onde. O foda que no fim das contas vou voltar pro Brasil com todos esses dinheiros sem poder trocar, e perder alguns reais nisso. Mas ok!

Slamat pague! Malagandam maga! (“bom dia”, em indonésio e filipino. To aprendendo! E assim é como se pronuncia, porque não sei como se escreve, ta!?)

;)

.