24.1.11

.cinco mil anos depois

Data: 23/01/11
Hora Local (Nassau – Bahamas): 21h43
Hora do Brasil: 00h43

Nem tanto tempo. Um mês, como o normal. Mas tá demorando tannnnto! Janeiro tá foda. Completo só 5 meses nessa birosca. Já me sinto há meses dentro desse mês. Eu que já tava no countdown pra ir embora, tive que protelar mais um pouco. Agora me faltam mais 2 meses. Aqueles 2 meses que passam voando no começo vão passar se arrastando até o final.

Falar que não tem novidade é mentira. Sempre tem milhares, mas na hora de escrever ou eu não me lembro, ou já deixou de ser novidade neste momento, ou não me interessa contar. Meio que falta motivo pra escrever agora, mas to só respeitando a mensalidade dos posts.

Esse cruzeiro é o mais chato da minha vida. Charter de pessoas chatas, sendo enganadas e pagando fortunas pra fazer parte desse tal GIN. Seus discursos são idênticos aos de uma igreja, com a diferença de não falarem de Deus. Na verdade, seu deus é o dinheiro – prometem que todos seus membros serão milionários. Brain-washing. O pior de tudo é que eles vão voltar daqui 4 dias pra falar a mesma ladainha. A parte boa é que esses 4 dias serão tomados por outro charter nomeado “70.000 Tons of Metal” – 40 bandas do mundo inteiro, heavy metal 24h por dia. Mas não é disso que eu gosto exatamente, eu gosto da parte do navio estar indo pro México. Ahá! Um país novo pra lista. A única banda que me interessa em ver é Sonata Arctica, a única de todas que eu conheço.

De resto, nada muito excited. Só pessoas que vão embora da sua vida na mesma velocidade em que chegaram, vapt-vupt. Pessoas que somem da sua vida gradualmente, sem nenhuma satisfação e, pior de tudo, te deixam falando sozinho – me chame de viado, mas não me ignore porque a ofensa é maior. Tem também pessoas que ressurgem na sua vida – “the world spins, we’re going to end up together”. Essas coisas já não deviam machucar mais, mas por mais que a gente pratique (traduzindo: “que esteja sempre se fodendo pelo mesmo motivo”) a gente sempre dói igual. Eu tenho quase todos os motivos pra ser feliz aqui, só me falta um, é a bendita falta que eu já falei em outros posts. Sempre falta uma coisa. E a hora que tu consegue uma, perde outra.

Tenho medo desses 2 meses que faltam. Como diz minha assistant: “it’s a pain in the butt”. Se a louca do nosso navio gêmeo estiver de bom humor, quem sabe as coisas melhorem um pouco.

Que vontade de comprar uma BMW Z3 1996 conversível. Só $7 mil dólares. Gente, com 3 salários dá pra comprar e sobra troco pra gasolina. No Brasil, exatamente a mesma custa R$70 mil (mais de 20 salários). Pra piorar, $7 mil dólares foi o que eu paguei no meu foderoso VW Golf 1997 no Brasil (que aqui custa $1.5 mil). Dói saber que pelo mesmo preço dava pra andar de BMW nos EUA. tsc!

VOCÊS QUEREM METALLLL????
Depois eu conto como foi o cruzeiro heavy metal. ;)